novembro 28, 2014

Design Sensible


O termo design era para significar o desenho industrial, em série. Hoje se usa para vários tipos de desenho criativo.

Sensible é traduzido como sensato.

Design ou desenho específico; sensato e/ou sensível como sugere a grafia comum às duas línguas, trazem peculiaridades interessantes de se comentar com o usuário leigo no assunto design. Desde que este use o produto industrializado ou manufaturado saberá dizer acertadamente o que idealiza, necessita, espera do desempenho daquele objeto.

Começarei pela observação de uma casa e as seguintes questões: estará o morador bem servido com lindas portas e janelas que ao serem fechadas não vedam bem? Instalações sanitárias desconfortáveis? Quartos sem arejamento e luz natural? Salas de estar e de refeição que não comportem os móveis e os espaços para a movimentação dos usuários?

O que dizer então de móveis projetados apenas para embelezar? Ou de objetos difíceis de equilibrar, manusear, limpar, ligar, funcionar? Encontrar coisas assim no cotidiano dos afazeres domésticos é bem mais comum do que se pensa.

Já gastei preciosos dez minutos antes de uma festa procurando o fecho de um colar no meio de tantas pérolas; outros tantos minutos para enganchar o lado macho com o lado fêmea do fecho da pulseira; abri um frasco de creme para cabelo sem conseguir fechá-lo ao término do uso; vesti uma blusa e tive de tirá-la para eliminar a etiqueta bordada com fio metálico que gerou uma coceira incrível no meu pescoço. 

Por essas e outras acho que redesenhar um produto tirando sua funcionalidade serve bem ao consumismo esquecendo, muitas vezes, o consumidor.

É bem um “cobertor peleja” que agasalha os pés e deixa as orelhas de fora ou vice versa. Nessa peleja de ora estica a coberta, ora encolhe o corpo, passa-se a noite torcendo para que amanheça logo.




--
Elisabeth Carvalho Santos desde alfabetizada lê tudo que aparece à sua volta. Depois de aposentada professora (não de Português) resolveu escrever. Colabora com o jornalzinho da família, participa de concurso cultural e coleciona seus textos para publicar oportunamente. Os assuntos brotam de suas observações, das conversas com amigos e são temperados com pitadas de imaginação e bom humor. Costuma afirmar que "escrever é um trabalho prazeroso e/ou um lazer trabalhoso que todo alfabetizado deveria experimentar algum dia".

novembro 27, 2014

Blues Canalha de Nuno Mindelis

Nuno Mindelis

Para quem não foi ao show deixo aqui um blues canalha e um puxão de orelha.

Dê o ar da graça na próxima, pessoa difícil.


Tietagem etc e tals.

Eu acho que você também vai gostar desses outros textos.

Guitarra feita de lata, Sepultura, Nuno Mindelis e Mc Arnold.

Garota de Ipanema no The Big Bang Theory.

Uma banda depois de alguns anos, The Monkees.


novembro 22, 2014

Reflexão da semana passada


"Quando você força as pessoas a negarem o que elas estão vendo
você as elouquece criando uma sintomatologia histérica."

Olavo de Carvalho


Outras histórias que você vai gostar.

Cuidado com o "fisgo d'um", um causo mineiro.

Mas lá também não tem isso?


novembro 21, 2014

Padre Vítor

Quadro de Elizabeth sobre a via do Padre Vítor.

Francisco de Paula Vítor nasceu na cidade da Campanha no dia 12 de Abril de 1827, filho de uma escrava e de pai desconhecido. Embora não se tenha provas concretas da casa onde Justiniana Lourença deu à luz o menino, este passou sua infância no no 266 da Rua Direita, onde residia sua  madrinha de batismo. Vítor nunca foi escravo e pode aprender a ler e escrever. Jovem foi aprendiz na alfaiataria do mestre Inácio.

O rapaz, trabalhador correto, obediente e católico, confeccionando batinas, mostrou interesse em se tornar sacerdote. Ao expor seu anseio ao mestre do ofício de Alfaiate ouviu uma frase nada animadora: _ Isto só acontecerá quando “galinha criar dente”!

Assim mesmo não desistiu da ideia, e numa conversa com a madrinha, manifestou essa sua vontade. 

Durante a visita do Bispo de Mariana à Campanha, Vítor recebeu uma orientação: que aprendesse Latim e música antes de tentar os estudos no Seminário daquela cidade.

Então fez a viagem a cavalo levando enxoval e dinheiro para as primeiras despesas, tudo doado por sua madrinha. Foi bom aluno conseguindo concluir o curso e receber as ordens canônicas no Seminário da cidade de Mariana. Lá, em muitas ocasiões, foi discriminado e humilhado por colegas brancos e tidos como bem nascidos. Vítor foi ordenado padre na Catedral da Campanha, onde também celebrou a primeira missa. Dizem que nessa ocasião visitou Mestre Inácio, que lhe falou:

_ Errei ao duvidar que o Senhor Reverendo pudesse chegar a ser ordenado, e pela minha incredulidade peço-lhe perdão.

Foi perdoado.

Padre Vítor seguiu para Três Pontas onde foi vigário por cinquenta e três anos. Lá ficou conhecido como Padre Santo por suas virtudes e trabalho incansável em prol dos fiéis. Caridoso, chegava a dormir no chão e alimentar-se mal, para ajudar os mais necessitados. Os pobres batiam à sua porta para pedir todo tipo de auxílio. Em determinada época sua dívida no comércio local ficou impossível de ser saldada! Foi necessário juntarem-se esforços dos moradores da cidade para ajudá-lo.

Por sua vida dedicada a Deus, à Igreja e ao próximo seu nome foi indicado para a beatificação.

Passadas muitas décadas, e mais de um século de sua morte, mesmo os fiéis o considerando Santo, ainda não foi Sagrado pela Igreja Católica Apostólica Romana.

Ao certo ninguém sabe o porquê.

Independente de estar no altar, fiéis conseguem graças e milagres de Deus por seu intermédio. 

No aniversário de seu falecimento, uma multidão de romeiros vai homenagear Padre Vítor em Três Pontas. Vem de todo o país, mas principalmente de São Paulo e Minas. No monumento à sua memória consta: ”Sua vida- foi um Evangelho- Sua memória, a sagração de um exemplo vivo. - Homenagem ao valor e à virtude, 1929."


--
Elisabeth Carvalho Santos desde alfabetizada lê tudo que aparece à sua volta. Depois de aposentada professora (não de Português) resolveu escrever. Colabora com o jornalzinho da família, participa de concurso cultural e coleciona seus textos para publicar oportunamente. Os assuntos brotam de suas observações, das conversas com amigos e são temperados com pitadas de imaginação e bom humor. Costuma afirmar que "escrever é um trabalho prazeroso e/ou um lazer trabalhoso que todo alfabetizado deveria experimentar algum dia".

novembro 19, 2014

 

Muitos estudos indicam a correlação entre doenças crônicas e dieta ou hábitos alimentares para ser politicamente correto. O consumo diário de frutas e vegetais, por exemplo é reconhecido por reduzir o risco de câncer e doenças cardiovasculares.

Em paralelo aos traços de vitaminas e minerais encontrados nos alimentos, a função fotoquímica parece ser ainda mais relevante para a expressão desses componentes no corpo humano. Sendo assim, compensa atentar para a função que esses elementos desempenham no organismo.

O tiol, por exemplo é um tipo de captador que está ligado ao processo antioxidante das células as protegendo dos danos oxidativos vitais. Tiol ou tioálcool estão nos grupos de sulfídricos, mercaptano etílico ou somente mercaptano que no latim significa captador de mercúrio, mercurim captans.

Essenciais para prevenir os malefícios do envelhecimento essas biotinas ou tióis derivados de produtos biológicos são divididas em vários tipos. Uma delas é a glutationa um tiol não protéico (GSH, L-glutamyl-L-cysteinyl-glycine) que é sintetizada pela γ-glutamil cisteína (GGC, γ-glutamyl cysteine) que vai formar a sintetase glutationa. A glutationa também participa de um processo redutivo essencial na síntese de DNA e proteínas. Além disso,  ela estoca e transporta cisteína.

A cisteína e glutationa entregam componentes importantes para que as células normais, por exemplo se protejam de radiações agentes químicos (remédios de quimioterapia). No mesmo grupo estão a homocisteína que está relacionada à arteriosclerose e a N-acetilcisteína que é usada no tratamento de bronquite crônica e intoxicacão de acetaminofen (paracetamol).

O problema fica por conta da insuficiência de estudos biológicos sobre o tiol presente em frutas e vegetais, mas o estudo Biologically Important Thiols in Various Vegetables and Fruits esclarece um pouco a situação. Aliás ele é uma referência desse texto.

A pesquisa desses alimentos pode ajudar também a entender o motivo de alguns pacientes de lúpus terem reações alérgicas aos alimentos com alto teor de enxofre (sulfur). Pesquisando em várias fontes não fica claro onde encontrar o elemento e a confusão se explica quando vemos que estão pensando em elemento e não nas reações bioquímicas como falei no segundo parágrafo desse texto.

Por isso fica difícil saber o que retirar e o que introduzir numa alimentação anti-inflamatória. Pelo pouco que pesquisei, alguns escrevem a lista de alimentos controladores de doenças crônicas sem saber as funções que eles desempenham dentro do corpo.

Um bom exemplo é o aspargo, assim como outros crucíferos, tem enxofre (20 ml/g), mas também tem glutationa (349 nM/g) e cisteína (122 nM/g). O abacate apesar de conter o mesmo tanto de enxofre e glutadiona que o aspargo, contém pouca cisteína (4 nM/g). Sendo assim o abacate tem baixa capacidade de carregar metais pesados pelo organismo por ter menos tiol.

Por algum motivo não explicado, mas observado por médicos estudiosos do assunto, alguns portadores de lúpus se sentem melhor quando tiram da dieta os alimentos que contém essa substância, o tiol. Não necessariamente os que contém enxofre.

Segue uma lista que considera tanto o elemento (tiol) quanto a função que desempenham (free-tiol).

  • ostras várias, incluindo abalone
  • abóbora, todos os tipos
  • leite de amêndoa
  • anchovas
  • alcachofra
  • abacate
  • bacon
  • bambu
  • cevada
  • carne vermelha, contém enxofre, mas é o caso explicado acima sobre o tiol
  • beterraba
  • mirtilo ou blueberry
  • fruta pão
  • açúcar mascavo
  • trigo búlgaro
  • manteiga
  • cantalupo
  • carpa
  • cenoura
  • melão, vários tipos, japonês, sapo, amarelo
  • aipo
  • frango, carne mais escura
  • fígado de frango, boi e porco
  • canela
  • coco seco ou fresco, não existem quantidades significantes de tiol na fruta, mas alguns produtos contém sulfitos para não amarelar
  • óleo de fígado de bacalhau
  • milho
  • óleo de algodão
  • pepino
  • tâmara
  • peixe seco
  • pato
  • enguia
  • berinjela
  • peixe fermentado
  • figos
  • linguado
  • gelatina
  • raiz de gengibre, fresca
  • ganso
  • grapefruit
  • suco de grapefruit espremido na hora
  • goiaba
  • ervas frescas, alecrim, tomilho, manjericão
  • mel
  • carne seca
  • cavalinha
  • kiwi
  • nagami
  • ovelha, carneiro
  • limão, suco de limão fresco
  • alface
  • lima
  • lagosta
  • nêsperas
  • mangas
  • manjerona
  • cogumelos
  • aveia
  • polvo
  • salsinha
  • nabo
  • pera
  • pimenta branca
  • pepperoni, atenção porque às vezes adicionam alho no preparo e alho contém tiol
  • caqui
  • faisão
  • romã
  • porco
  • batata
  • codorna
  • coelho
  • arroz
  • leite de arroz
  • salmão
  • sal
  • sardinhas
  • escalope
  • sementes, girassol, abóbora, linhaça
  • semolina
  • óleo de gergelim, mas as sementes de gergelim contém muito tiol 
  • tubarão
  • frutos do mar
  • camarão fresco
  • peixe defumado
  • arenque defumado
  • escargô
  • óleo de soja
  • abóbora espaguete
  • abobrinha todos os tipos
  • batata doce
  • truta
  • atum
  • carne de peru, clara e escura
  • vinagre branco
  • água de castanha portuguesa
  • melancia
  • açúcar branco
  • farinha de trigo integral
  • mandioca
Se quiser saber sobre os alimentos que contém tiol veja a página Sulfur FoodsLembre-se sempre de combinar essa lista com outras listas de alimentos restritos para fazer uma dieta customizada e melhorar logo!


ATENÇÃO
Todo o material escrito na seção ALERGIA tem somente a intenção de informar com referências. Você não deve de jeito algum deixar de conversar e comunicar seu médico sobre suas decisões de trocar ou parar de tomar qualquer remédio, suplemente ou começar a fazer qualquer tratamento. Por favor use o bom senso, faça sua própria pesquisa. Consulte seus especialistas quando resolver fazer alguma substituição que afete sua vida.


novembro 14, 2014

Viagem Turística


Uma boa viagem turística pode tornar-se ótima se tenho intérpretes ao lado. Pode tornar-se magnífica se a hospedagem primeira, em outro país, for na residência de alguém da família: Hotel dez estrelas! Acolhida perfeita!

Assim fui eu fazer uma visita familiar, e... Saí na terça-feira cheguei à casa dos meus anfitriões especiais na quarta-feira, e na quinta-feira cedinho partimos para um roteiro exclusivo, de acordo com uma programação cuidadosamente planejada, de forma a agradar a todos e a cada um:

_ Califórnia!

_ “Garota eu vou pra Califórnia levar a vida sobre as ondas. Vou ser artista de cinema, o meu destino é ser STAR!”

Primeira parada: San Francisco.

Pier 39, almoço, Cais dos Pescadores (Fhisherman’s Wharts), arquitetura residencial vitoriana. E na sexta feira: Lombard Street que é uma rua íngreme, e virou diversão e atração turística, pois os carros descem por ela zigue zagueando entre lindos canteiros floridos de hortências multicores!

A visita a fabrica de chocolates Ghirardelli, lanchonete com vista incrível do oceano Pacífico de muitos veleiros, quase Mônaco... (vai bem um café que já não posso dizer no diminutivo porque o copo tem meio litro da bebida).

Alguém aceita?

Acompanhar o trabalho decorativo das barras de chocolate especiais feitas caprichosamente por mãos super habilidosas e treinadas, aceitar a degustação, procurar lembrancinhas nas prateleiras da confeitaria, foi uma festa de satisfazer plenamente a criança que vive dentro de mim.

Parque Muir de árvores centenárias esparsas em quilômetros de vegetação nativa, deixei para outra vez... O vi pelo lado de fora por causa do estacionamento repleto, margens da tortuosa rodovia de montanha idem, e umas nuvens no céu que “lacrimejavam” de vez em quando. Não deixei de admirar, entretanto, sua beleza surpreendentemente verde de infinitos matizes, as altas copas das árvores, o cheirinho bom de mato...

Dalí para o portão Dourado, e sentir-me no Japão. Que maravilha! Sem atravessar o oceano lá estava eu, em meio a templo, quiosque, pagode; subindo e descendo uma ponte em semicírculo; espiando a festa das carpas no lago; apreciando a beleza dos jardins; sentindo o perfume das flores, vida no ar!

De surpresa, surge um garçom brasileiro servindo o almoço. Caprichou no prato de saborosos crepes, ou é assim mesmo? Nunca pensei em comer panqueca tão deliciosamente exótica. Valeu!

Não tive o prazer de pegar onda em San Francisco simplesmente por causa daquela neblinazinha famosa da cidade, mas aproveitei em Los Angeles. Afinal...

_”eu dou a volta, pulo o muro, mergulho no escuro, SARTO DE BANDA, na minha vida ninguém manda não, eu vou além desse sonho.” Inspirada no LULU SANTOS!


Quer conhecer a Lombard Street? Clique aqui.


--
Elisabeth Carvalho Santos desde alfabetizada lê tudo que aparece à sua volta. Depois de aposentada professora (não de Português) resolveu escrever. Colabora com o jornalzinho da família, participa de concurso cultural e coleciona seus textos para publicar oportunamente. Os assuntos brotam de suas observações, das conversas com amigos e são temperados com pitadas de imaginação e bom humor. Costuma afirmar que "escrever é um trabalho prazeroso e/ou um lazer trabalhoso que todo alfabetizado deveria experimentar algum dia".

novembro 13, 2014

Anvisa #poenorotulo

Para todos os que seguem as petições do Põe no Rótulo uma abertura para o diálogo é sempre bem-vinda. Aproveite e participe!
Agenda Regulatória da Anvisa
Biênio 2015-2016

Contribua na definição dos temas prioritários para a atuação regulatória da Anvisa entre 2015 e 2016.

De 10 de novembro a 10 de dezembro

Diálogos Setoriais
Os Diálogos Setoriais são o momento em que os cidadãos, órgãos e entidades públicas e privadas podem contribuir na definição dos temas para a próxima Agenda da Anvisa. Os Diálogos contarão com duas fases de manifestações para subsidiar a Diretoria Colegiada da Anvisa no processo de construção da Agenda Regulatória 2015-2016. Na fase inicial, de 10 de novembro a 10 de dezembro, os interessados poderão opinar e comentar a respeito da proposta preliminar de 54 temas e também poderão sugerir assuntos que não estejam contemplados na listagem preliminar. Já na segunda fase, os temas considerados válidos e dentro do escopo de atuação da Agência serão submetidos à avaliação de prioridade, por meio de nova consulta aos interessados.

EM ANEXO  A PROPOSTA PRELIMINAR DE TEMAS DA AGENDA 2015-2016

PARA ACESSAR  O EDITAL DE  CHAMAMENTO, CLIQUE AQUI



Você também vai gostar de ler sobre:

Quando os rótulos não falam o que precisamos saber.

Coisas que acontecem quando você começa a dieta sem glúten.


Alimentos transgênicos e o Brasil de 2025, parte 1

--
ATENÇÃO


Todo o material escrito na seção ALERGIA tem somente a intenção de informar com referências. Você não deve de jeito algum deixar de conversar e comunicar seu médico sobre suas decisões de trocar ou parar de tomar qualquer remédio, suplemente ou começar a fazer qualquer tratamento. Por favor use o bom senso, faça sua própria pesquisa. Consulte seus especialistas quando resolver fazer alguma substituição que afete sua vida.

novembro 12, 2014

Com o tempo, ela está mudando

"Se a pessoa muda, o blog pode mudar também."



E foi assim que me convenci a mudar o rumo dos posts.

Depois de dias... correção, foram meses. Exatamente 2 meses depois de entender um pouco mais sobre as mudanças que estão ocorrendo por aqui.

Esse aqui diz respeito ao país? Também, mas o aqui em mim mesma.

Alguns posts vão ficar mais partidários (não exatamente políticos) e mais específicos (no que diz respeito às pesquisas) e mais profundo em refexões.

Então como falam os americanos, enjoy!


Assuntos relacionados que você vai gostar.

Doença de Hashimoto




For the times they are a-changin’

"If the person changes, the blog may change too."

For the times they are a-changin’





novembro 09, 2014

Na moda, sentindo bem, fazendo o bem.

Modavanti

Depois anos reportando situações corriqueiras da primavera árabe no Egito, os jornalistas David Dietz e Jesse Ayala deixaram a banca de jornalismo para trabalhar como ativistas. Eles estavam profundamente afetados pelos protestos dos locais de conflito que se embrenharam até a volta aos Estados Unidos.

Decidiram mudar o que estava errado no mundo. Onde? Em uma das indústrias mais sujas do mundo, abaixo do petróleo e gasolina, ou seja, a indústria da moda.

Criaram uma plataforma fashion para fazer a transformação que esperavam ver no mundo, a Modavanti. Concentra e divulga a indústria que vale em torno de 4 trilhões de reais e emprega 75 milhões de pessoas no mundo. 

Quando a maioria só olha para a mercadoria na sacola pensando "Legal, paguei bem barato!" ou ainda "Será que vai ficar bem em mim?" esquecem a problemática envolvida na produção industrial. Somente quem está na área sabe e entende, mas não deveria ser assim. Porque não é tão difícil colocar os valores para funcionar de vez em quando.

- Será que usaram produtos tóxicos no tingimento, trabalho ilegal, infantil?

Dito isso, se você ainda não viu o último post e filme sobre a indústria do jeans na China, não perca nem um segundo antes mesmo de começar as compras de final de ano.  Não é ficção, é daquele jeito mesmo! Porque o que você decide levar para casa hoje afeta sim o carinha que vive lá em Bangladeshi.

Sustentabilidade.
Qual a sua bandeira?
Ecologicamente amigável
Comércio justo
Reciclado
Feito nos Estados Unidos
Vegan
Orgânico
Feito à mão
Energeticamente eficiente

Isabela: designer, especialista em tecidos automotivos, estudou design de produto e psicologia clínica, trabalha inclusive com análise de tendências de design e comportamento humano. Está morando fora do país e seguindo uma dieta sem-as-coisas-legais, por isso gosta de compartilhar as coisas interessantes que encontra pelo caminho.




novembro 07, 2014

O Borzeguim

Quadro Naif da Beth

O borzeguim, da música do Tom Jobim não era só um par de sapatos. Era um sapato forte significando ali o ser humano que caça e desmata sem pensar nas consequências.

A denominação do calçado de exército foi caindo em desuso, e algumas pessoas que ouviam a música se perguntavam:

_ Que ser misterioso da floresta seria esse, que o compositor insistia em convidar para vir dançar?

A curiosidade levou-me à pesquisa, o resultado da pesquisa fez aumentar minha admiração por Tom Jobim, daí resolvi sintetizar a letra da música num quadro naïf. 

Pintei os elementos naturais todos citados na letra da música; muitas cores; opositores; e principalmente palavras. O borzeguim continua despertando curiosidade da mesma forma que o interesse do Tom pela natureza fora despertado. Afinal o cantor/compositor não teve origem rural. 

É comum ouvir do homem do campo sobre a necessidade de preservação de nascentes d’água; sobre a importância das árvores para abrigar pássaros e aves; da limpeza do terreno em volta de sua casa para afastar animais ameaçadores; da reserva de mata nativa para manter o equilíbrio das espécies ameaçadas...

Quanta sabedoria armazenada através de gerações de camponeses!

Quanta poesia nascida de coisas tão naturalmente incorporadas em nosso cotidiano!



--
Elisabeth Carvalho Santos desde alfabetizada lê tudo que aparece à sua volta. Depois de aposentada professora (não de Português) resolveu escrever. Colabora com o jornalzinho da família, participa de concurso cultural e coleciona seus textos para publicar oportunamente. Os assuntos brotam de suas observações, das conversas com amigos e são temperados com pitadas de imaginação e bom humor. Costuma afirmar que "escrever é um trabalho prazeroso e/ou um lazer trabalhoso que todo alfabetizado deveria experimentar algum dia".